Serviços (Núcleo de Cidadania)

Quais serviços a Câmara oferece para mulheres em situação de violência?

A Câmara conta com um Ponto de Acolhimento e Orientação à Mulher em Situação de Violência. Instalado no Núcleo de Cidadania, ele é uma parceria entre a Câmara Municipal de Belo Horizonte, o Governo do Estado e a Polícia Civil do Estado de Minas Gerais. A unidade atende até 20 mulheres por dia e oferece os seguintes serviços: registro de ocorrência; orientação jurídica; acolhimento social; e solicitação de investigações.

A Câmara disponibiliza acesso gratuito à internet?

Sim. A Câmara de BH oferece dois tipos de acesso:

1- A rede sem fio (WI-FI) “CMBH-VISITANTES”, disponível para todos os visitantes, que permite a conexão em smartphones, tablets e notebooks pessoais. Para utilizar o serviço, basta acessar a rede “CMBH-VISITANTES” no seu dispositivo, aguardar alguns segundos até que apareça na tela uma página exibindo o Termo de Responsabilidade, ler o documento e clicar no botão “Eu li e aceito o termo”. Em seguida, siga as orientações na tela para começar a navegação na internet.

Quanto custa a refeição no Refeitório Popular?

O Refeitório Popular João Bosco Murta Lages, instalado no Núcleo de Cidadania da Câmara de BH, serve apenas almoço. O preço da refeição está divido em três categorias:

1- As refeições custam R$ 3,00 para o público em geral;

2- São oferecidas refeições gratuitas para pessoa em situação de rua cadastrada pela PBH (com documento de identidade e comprovante do cadastramento);

3- São oferecidas refeições com 50% de desconto para beneficiários do Programa Bolsa Família (com documento de identidade e cartão do Bolsa Família).