AUDIÊNCIA PÚBLICA

Presença de cobradores em ônibus será debatida na Comissão de Transportes

Autor da audiência defende importância desses profissionais para o conforto e segurança de motoristas e usuários

terça-feira, 4 Abril, 2017 - 19:00
Foto: Portal PBH

Acolhendo requerimento de seu integrante, vereador Jair Di Gregório (PP), a Comissão de Desenvolvimento Econômico, Transporte e Sistema Viário da Câmara Municipal vai debater na quinta-feira (6/4) a reivindicação da presença constante dos agentes de bordo nas linhas de ônibus da capital, inclusive no horário noturno e em finais de semana, cuja ausência foi confirmada pelos vereadores em visita técnica realizada num domingo. Para a audiência pública, são aguardados representantes do poder público municipal, empresas e usuários. O encontro será às 13h30, no Plenário Helvécio Arantes, e é aberto à participação de qualquer cidadão interessado.

A garantia da permanência dos agentes de bordo nas linhas do sistema de transporte coletivo, reivindicada por usuários e motoristas, foi defendida pelo vereador em outra audiência pública da comissão, que debateu a onda de ataques a ônibus na capital e região metropolitana no início do ano.  Na ocasião, ele criticou o acúmulo de funções a que os motoristas de ônibus são submetidos na ausência do cobrador, sendo obrigados não apenas a cobrar e fornecer o troco, o que pode distrair perigosamente sua atenção do trânsito, mas também a orientar e apoiar os passageiros, especialmente os portadores necessidades especiais.  Além disso, a presença do agente de bordo aumentaria a segurança durante as viagens, pela prestação de auxílio ao motorista em manobras difíceis e situações de risco.

Lembrando, com orgulho, ter exercido a função de trocador na década de 1980, Di Gregório defendeu a presença constante desses profissionais em todas as linhas de ônibus, excetuando as dos corredores do Move, durante todas as corridas, em todos os horários e dias da semana, amenizando as dificuldades e inseguranças que os usuários enfrentam diuturnamente em seu trajeto para o trabalho, compromissos ou lazer. Segundo o parlamentar, em reunião realizada com Alexandre Kalil no último dia 30/3, o prefeito se posicionou contra a retetirada dos cobradores e prometeu que, caso venham a se tornar desnecessários, será elaborado um plano de trabalho, direcionando-os a outras funções no sistema.

Convidados

Para debater a questão com os vereadores, além de representantes da categoria e dos usuários, são aguardados o Sindicato dos Rodoviários, o Sindicato das Empresas de Ônibus (Setra-BH), BHTrans e Comando de Policiamento da Capital da Polícia Militar de Minas Gerais. O encontro é aberto à participação de qualquer cidadão interessado.

Superintendência de Comunicação Institucional