ESPORTE E LAZER

Falta de vigilância dificulta reabertura de ginásio no Jardim Vitória

Comunidade também relata deficiências dos serviços de manutenção; equipamento está fora de atividades ha cerca de três meses

quinta-feira, 21 Junho, 2018 - 14:15
Vereador Edmar Branco e representantes das secretarias municipais de Educação, Esporte e Lazer, Saúde, Administração Regional Nordeste e comunidade, em visita técnica ao Ginásio Poliesportivo Luiza Antônia Pereira, no Bairro Jardim Vitória
Bernardo Dias / CMBH

A falta de um vigia, de iluminação e de alguns serviços de manutenção afastaram os frequentadores do Ginásio Poliesportivo Luiza Antônia Pereira, no Bairro Jardim Vitória, Região Nordeste da capital, há cerca de três meses.  O abandono do equipamento foi constatado pela Comissão de Educação, Ciência, Tecnologia, Cultura, Desporto, Lazer e Turismo, em visita técnica ao local, nesta quinta-feira (21/6). A Comissão informou que encaminhará ofício à Secretaria Municipal de Esporte e Lazer, à Secretaria Municipal de Governo e à Secretaria Municipal de Saúde, para que seja  agendada reunião, que contará com a presença de representantes da comunidade, para viabilizar o debate de soluções para os problemas apontados e para a reabertura do ginásio. A atividade foi requerida pelo vereador Edmar Branco (Avante). 

Segundo os moradores, há três meses o ginásio está sem porteiro e sem vigia. Além disso, falta iluminação, o que tem aumentando a sensação de insegurança entre os frequentadores. O espaço também çprecisa de capina, e de obras para reparos em estruturas danificadas, como o vidro da quadra e um portão que foi arrancado. A comunidade ressaltou a necessidade de reformas, já que o ginásio é a única área esportiva estruturada da região.

Segurança

De acordo com o diretor de Infraestrutura Esportiva da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer, Zaner de Araújo Abreu, a vigilância é um problema sério. Por ora, no entanto, faltariam recuros para a disponibilização dos serviços. Na oportunidade, Zaner explicou que antes, a manutenção de quadras poliesportivas era feita pelas regionais. Hoje, a Secretaria Municipal de Esportes assumiu a manutenção desses equipamentos, mas faltaria estrutura para tal. Assim, as demandas de cada um dos inúmeros espaços esportivos espalhados pela cidade foram se acumulando. Quanto à limpeza, o gestor informou que já está programada a realização do serviço de capina no Bairro Jardim Vitória, por meio de convênio firmado recentemente com a Superintendência de Limpeza Urbana (SLU).

Para o Tenente Inácio, da Polícia Militar, é preciso verificar a questão da iluminação externa do ginásio, principalmente no período noturno. Além do retorno do vigia, ele sugeriu, também, a instalação de um sistema de alarme na quadra. Pediu, ainda, que a comunidade acionem a PM pelo número 190, quando necessário.

Academia da Cidade

Professores da Academia da Cidade, que parou de funcionar há cerca de vinte dias no local, informaram que a paralisação das aulas deveu-se a arrombamentos e furtos de materiais e equipamentos.

Segundo Ângela Maria de Assis Rocha, agente comunitária de Saúde (ACS) do Centro de Saúde Marcela Pompéu Gomes, com a implantação da Academia da Cidade, muitas pessoas com doenças psicossomáticas teriam deixado de procurar a unidade de saúde, o que seria um indicativo da relevância do equipamento. Ressaltando a ocorrência de casos de violência no ginásio e no posto de saúde, ela reforçou a necessidade de um vigia 24 horas no local.

Encaminhamentos

Para o vereador Edmar Branco (Avante), o ginásio conta com excelente estrutura, mas necessita de capina e de outros serviços de manutenção. Na visita, o vereador sugeriu a criação de comissão formada por moradores, no intuito de debater soluções para o caso. O parlamentar afirmou que encaminhará ofício às secretarias municipal de Esportes, de Governo e de Saúde, solicitando uma reunião com a participação da comunidade, para que sejam discutidas soluções para os problemas apontados e reabertura do ginásio.

Superintendência de Comunicação Institucional

 

Visita técnica para verificar denúncia de que o ginásio se encontra fechado a três meses - Comissão de Educação, Ciência, Tecnologia, Cultura, Desporto, Lazer e Turismo