AUDIÊNCIA PÚBLICA

Em pauta: papel da mulher política e violência de gênero contra mulher negra

Evento ocorre durante campanha pelos 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres. População poderá participar

quinta-feira, 25 Novembro, 2021 - 11:15
Foto: Marcelo Casal Jr / Agência Brasil

A violência contra a mulher, pauta hoje de dezenas de debates, reflete-se também na política, onde as parlamentares são sistematicamente silenciadas, interrompidas em suas falas, ou mesmo constrangidas publicamente. Essa realidade, entretanto, é ainda mais intensa sobre as mulheres parlamentares negras, que constantemente sofrem micro-agressões, chegando a serem alvo de ameaças de morte ou sua efetivação, como foi o caso da vereadora do Rio de Janeiro, Marielle Franco. Diante disso, a vereadora Macaé Evaristo (PT) solicitou e a Comissão de Mulheres aprovou a realização de uma audiência pública para debater ‘o papel da mulher política no enfrentamento da violência de gênero contra as mulheres negras’. O encontro, que acontece de forma remota, será transmitido pelo Portal CMBH e pelo canal da Câmara no You Tube e ocorre nesta sexta-feira (26/11), às 10h, no Plenário Helvécio Arantes. A população já pode participar enviando perguntas e/ou sugestões por meio de formulário disponível aqui.

16 Dias de Ativismo

A audiência pública ocorre durante o período de realização da Campanha Internacional das Organizações das Nações Unidas (ONU) pelos 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres. A campanha anual começa no dia 25 de novembro, Dia Internacional pela Eliminação da Violência contra as Mulheres, e vai até 10 de dezembro, Dia Internacional dos Direitos Humanos. No Brasil, a mobilização abrange o período de 20 de novembro a 10 de dezembro.

A iniciativa foi implementada no Instituto de Liderança Global das Mulheres, em 1991, e continua a ser coordenada anualmente pelo Centro para Liderança Global das Mulheres. A proposta é que haja mobilização de indivíduos e organizações, em todo o mundo, para engajamento na prevenção e na eliminação da violência contra as mulheres e meninas. Em apoio a esta iniciativa da sociedade civil, a campanha da ONU “UNA-SE pelo fim da violência contra as mulheres até 2030” que pede ações globais para aumentar a conscientização, estimular os esforços de defesa e compartilhar conhecimentos e inovações.

Para o encontro desta sexta-feira, além da vereadora Iza Lourença (Psol), foram convidadas a deputada estadual Andréia de Jesus Silva; a vereadora Moara Saboia, de Contagem; a vereadora Uberlândia Dandara Tonantzin e a defensora pública do Estado de Minas Gerais Marolinta Dutra.

Superintendência de Comunicação Institucional