SAÚDE E SANEAMENTO

Comissão seguirá com visitas às unidades de saúde da Regional Leste

Parlamentares vão verificar as condições de funcionamento dos Centros de Saúde Horto, Marco Antônio de Menezes, Boa Vista e Clóvis Boechat

quarta-feira, 2 Agosto, 2017 - 19:30
Parlamentares compõem mesa de reunião no Plenário Helvécio Arantes
Foto: Abraão Bruck/ CMBH

Dando continuidade ao programa de visitas técnicas às unidades de saúde da capital, a Comissão de Saúde e Saneamento concentra suas atividades nos bairros da Regional Leste. Iniciadas no último mês de julho, as visitas seguem até o final do mês de agosto, tendo em pauta os Centros de Saúde Horto, Marco Antônio de Menezes, Boa Vista e Clóvis Boechat de Menezes. A agenda foi aprovada em reunião ordinária, na tarde desta quarta-feira (2/8), quando foram apreciados outros projetos de lei e requerimentos para realização de audiências públicas e solicitação de informações à prefeitura. Entre os temas, atenção à saúde e bem-estar da população idosa e criação de conselho municipal de proteção aos animais. Confira aqui a pauta completa e o resultado da reunião.

Focada no cronograma de visitação desde o início de março, a comissão já fiscalizou diversas unidades nas regionais Venda Nova, Pampulha, Noroeste e Barreiro, seguindo agora para o vetor Leste da capital. No dia 16 de agosto, a partir das 9h, os parlamentares visitarão o Centro de Saúde Boa Vista, e às 10h30, o Centro de Saúde Clóvis Boechat de Menezes. Já no dia 30 de agosto, estarão no CS Horto, às 9h, e seguirão para o CS Marco Antônio de Menezes, às 10h30.

Autor do requerimento para as visitas, o vereador Flávio dos Santos (PTN) explicou que a intenção é verificar a situação estrutural e funcional das unidades, avaliando capacidade e a qualidade do atendimento oferecido à população local.

Bem-estar animal

Em atenção ao bem-estar animal na cidade, a comissão referendou projeto de lei que prevê a criação do Conselho Municipal de Proteção e Promoção da Assistência aos Animais. A medida tramita na Casa em 1º turno, na forma do PL 240/2017, de autoria do vereador Osvaldo Lopes (PHS).

De acordo com a proposta, a nova entidade teria a prerrogativa de propor e implementar políticas públicas de proteção e assistência aos animais, assim como viabilizar a obtenção de recursos financeiros e materiais, através da proposição de parcerias e convênios. O conselho seria composto por 15 membros titulares, sendo um representante da sociedade civil, ligado a alguma entidade de expressiva atuação junto à defesa animal, a ser indicada pela Coordenadoria de Defesa dos Animais. Os 14 demais membros seriam funcionários de órgãos e instituições públicas ligadas ao tema, como Ibama, secretarias municipais de Saúde e de Meio Ambiente e Fundação Zoobotânica.

Participaram da reunião os vereadores Bim da Ambulância (PSDB), Catatau da Itatiaia (PSDC), Cláudio da Drogaria Duarte (PMN), Flávio dos Santos (PTN) e Hélio da Farmácia (PHS).

Superintendência de Comunicação Institucional

[flickr-photoset:id= 72157684456311021,size=s]