AUDIÊNCIA PÚBLICA

Em pauta, manutenção do Centro de Saúde Mariano de Abreu, na Região Leste

Usuários apontam dificuldades quanto à construção de novo posto, como locomoção, transporte e uso constante do equipamento

segunda-feira, 13 Setembro, 2021 - 12:00
Imagem: Google Street View

A luta pela permanência do Centro de Saúde Mariano de Abreu no Bairro Casa Branca, Região Leste da capital, motivou a realização de audiência pública da Comissão de Saúde e Saneamento, na quarta-feira (15/9), às 13h, no Plenário Helvécio Arantes. Mesmo apontando a necessidade de ampliação da rede de atendimento à saúde, os moradores são contrários ao fechamento do posto e à construção do Centro de Saúde Casa Branca, em outro local. Segundo eles, o novo endereço é de difícil acesso e não oferece transporte público à população. Desta forma, a comunidade defende a reforma e modernização do atual espaço, sem que se efetive, contudo, a mudança de localização. A audiência foi requerida pelo vereador Wilsinho da Tabu (PP). A população pode participar da audiência enviando perguntas, comentários e sugestões por meio do formulário eletrônico disponível no Portal CMBH.

Para o parlamentar, quando se fecha uma porta de atendimento à saúde aos cidadãos, prejudica-se o bem estar social. Por isso, é preciso equacionar a questão. Contrários à ideia de se fechar o Centro de Saúde Mariano de Abreu, em contrapartida à implantação do Centro de Saúde Casa Branca, os moradores denunciam que o novo local é de difícil acesso, em razão da existência de ladeiras. Além disso, eles afirmam que há riscos no deslocamento, pois o novo posto está situado próximo a uma linha férrea da mineradora Vale. A comunidade reclama, ainda, que não há transporte público disponível para se chegar à unidade. Desta forma, a comunidade considera necessária a modernização do Centro de Saúde Mariano de Abreu, argumentando, entretanto, que esta deve ocorrer no atual espaço. 
 
Foram convidados para a audiência o secretário-geral do Conselho Municipal de Saúde, Bruno Abreu Gomes; a presidenta do Conselho, Carla Anunciatta de Carvalho; o diretor executivo da SPE (empresa responsável pela construção dos centros de saúde), Dario Rios Gomes Neto; o vice-presidente do Conselho Estadual de Saúde, Ederson Alves da Silva; o diretor em Saúde da Regional Leste, Ewerton Lamounier; o presidente da Comissão Local de Saúde do Centro de Saúde Mariano de Abreu, Sebastião Francisco de Oliveira; a 2ª secretária da Mesa Diretora da Comissão Local de Saúde do Centro de Saúde Mariano de Abreu, Vanda Adriane Ferreira da Cruz; Flávia Lacerda, Gisela Fátima de Jesus Paula e Wandecy de Moura Argeu, da Comissão Local de Saúde Mariano de Abreu; o vice-prefeito de Belo Horizonte, Fuad Noman; o secretário municipal de Saúde, Jackson Machado Pinto; a presidente do Grupo de Inovação em Saúde na PBH, Jumara Alves da Silva; o presidente do Conselho Distrital de Saúde Leste, Manoel Marques de Azevedo; a conselheira distrital de Saúde Leste e da Comissão Local de Saúde Mariano de Abreu, Marizete Amaral Leão; a gerente do Centro de Saúde Mariano de Abreu, Mirella Dias Campos; e o promotor de Justiça de Defesa da Saúde de Belo Horizonte, Nélio Costa Dutra.

Superintendência de Comunicação Institucional