AUDIÊNCIA PÚBLICA

Terceirizados da MGS denunciam assédio e disparidade salarial nas escolas de BH

Mulher de conjunto de calça e blusa azul e máscara, de costas, limpa sala de Unidade de Educação Infantil com rodo.

Sind-Rede/BH afirma que categorias como porteiro e faxineira recebem menos quando trabalham para a área de educação